Corumbá inicia formatação do Carnaval 2010 neste 1º semestre

O Carnaval 2010 de Corumbá já está sendo planejado pela Prefeitura Municipal junto com as entidades carnavalescas. A previsão é que até maio, aconteça o lançamento oficial da folia e a proposta e superar o sucesso alcançado este ano. Foi o que informou nesta terça-feira, 10 de março, o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), durante entrevista à Rádio Difusora Matogrossense, no programa do radialista Jonas de Lima. Ruiter estava acompanhado do presidente da Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá (Liesco), Zezinho Martinez, e aproveitou para fazer um balanço da festa de 2009.

Ruiter foi categórico ao afirmar que Corumbá viveu um dos melhores carnavais dos últimos tempos. Destacou que, durante o período, a economia local teve uma movimentação em torno de R$ 7 milhões, além de ter possibilitado geração de emprego e renda para muitas famílias. “Somente as escolas de samba contribuíram com a abertura de 770 pontos de trabalho”, disse o prefeito.

“Foi amplamente vantajoso, uma aposta positiva da Prefeitura, dos parceiros, da entidades carnavalescas, enfim, de todos que contribuíram para que fizéssemos o melhor carnaval dos últimos anos”, comentou Ruiter. Ele lamentou apenas a ausência da iniciativa privada que, dessa vez, não entrou como devia nesta parceria entre Prefeitura de Corumbá, Governo do Estado e Governo Federal/Ministério do Turismo.

Reforça a necessidade de uma maior participação da iniciativa privada, pregando profissionalização. “Precisa se engajar mais. Vamos procurar avançar neste caminho, para melhorar sempre”, destacou, para em seguida afirmar que o projeto do Carnaval de 2010 já está sendo pensado e os entendimentos com o presidente da Liesco, Zezinho Martinez, já foram iniciados, para “agregar maior qualidade ao produto carnaval”.

Ruiter lembrou os problemas enfrentados devido à crise global, mas mesmo assim, apostou em um belo espetáculo, que custou aos cofres públicos cerca de R$ 1,68 milhão (R$ 200 mil do Governo Federal, via Ministério do Turismo, garantidos pelo senador Delcídio do Amaral; R$ 180 mil do Governo do Estado, e R$ 1,3 milhão dos cofres municipais). “Foi uma grande festa, geramos emprego, renda e uma movimentação em torno de R$ 7 milhões na economia corumbaense”, comentou.

Outra vitória, conforme o prefeito, aconteceu na questão segurança. Conforme ele, números da PM apontaram números de casos ocorridos no circuito bem abaixo de 2008. “Estamos evoluindo em todos os sentidos. A segurança foi atuante e o folião, cada vez mais, está vindo para brincar o carnaval”.

A meta agora é formatar para 2010, um carnaval superior ao de 2009. Ruiter diz que não se resumirá apenas aos desfiles das escolas de samba, dos blocos e dos cordões. A aposta está também no carnaval cultural, que deverá sem ampliado, fazendo um espetáculo à altura do corumbaense e do turista.

Pesquisa

Durante a folia, uma empresa desenvolveu uma pesquisa e, conforme o prefeito, mais de 90% dos entrevistados considerou o carnaval como um dos melhores dos últimos anos. Mostrou também que os turistas que nos visitaram neste período, “vão voltar e trazer outras pessoas”.

Para o prefeito, o carnaval é uma grande festa popular que abre o calendário de eventos de Corumbá. Mostra também que o corumbaense sabe fazer carnaval e “quem vem nos visitar nesta época, com certeza, voltam nas outras festas que temos programadas”.

Com relação também à pesquisa, Ruiter informou que são dados importantes para “aprimorar cada vez mais a folia corumbaense. Serve de base para análise, discussão e procurar sempre fazer o melhor”.