Prefeitura inicia obras de recuperação do Galileu em março

 Marcos Boaventura

  
Prédio é histórico e será o Centro de Atendimento ao Turista

A Prefeitura de Corumbá vai investir R$ 511.555,85 na recuperação do antigo prédio do histórico Hotel Galileu. As obras devem ser iniciadas agora, em março e o local será transformando no novo Centro de Atendimento ao Turista da cidade, atendendo orientação do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT).

Os recursos para recuperação do prédio foram viabilizados pelo prefeito junto ao Governo Federal, através do Ministério do Turismo, com contrapartida da Prefeitura Municipal, no valor de R$ 82,5 mil.

Conforme o secretário executivo de Infraestrutura, engenheiro Ricardo Ametlla, a Prefeitura está ultimando detalhes finais do contrato com a empresa vencedora da licitação, para em seguida, ser autorizada a ordem de serviço.

A empresa que executará serviços é a Marco Arquitetura, Engenharia, Construção de Comércio Ltda, responsável pelas restaurações e recuperações do prédio Sleiman, onde hoje funciona a Estação Natureza, da Fundação O Boticário; prédio Wanderley Bais, sede do Museu de História do Pantanal; Casa da Alfandega, onde hoje funciona o IPHAN.

Além disso, está trabalhando na restauração e recuperação da Casa Vasquez, e da Casa Tamandaré, ao lado do antigo posto da Alfândega, considerado o mais antigo mobiliário do conhecido Casario do Porto, construído em 1882.

No próprio Hotel Galileu, a empresa já desenvolveu serviços, contratada pelo IPHAN, numa parceria com a Prefeitura. Na época, fez recuperações emergenciais da parte estrutural. “Agora, será um trabalho mais completo, através da restauração da parte interna do prédio”, diz o arquiteto José Marcos da Fonseca, lembrando que, após conclusão, o prédio estará dotado de todas as condições para ser transformado no Centro de Atendimento ao Turista.

O prédio

Construído em 1907 pelo arquiteto italiano Fernando Mármore, o histórico hotel, situado na esquina da Avenida General Rondon com a rua Frei Mariano, recebeu uma reforma emergencial para impedir desabamentos que poderiam comprometer sua estrutura. Foram investidos R$ 370 mil na recuperação de fachadas, telhado e esquadrias.

Edificado em estilo eclético, variando entre o neoclássico ao art-noveau, o imóvel embeleza o conjunto arquitetônico, com vista privilegiada para o rio Paraguai e o Pantanal, após sua revitalização, será transformado em um Centro de Atendimento ao Turista (CAT). O novo projeto vai recuperar o piso, forro, portas, paredes e instalações hidráulicas e elétricas, respeitando a estrutura e a forma original do local.

Internacional

Outra decisão do prefeito Ruiter diz respeito ao Hotel Internacional, localizado ao lado do Galileu, na rua Frei Mariano. Segundo o secretário de Gestão Governamental, Cássio Augusto da Costa Marques, por orientação do chefe do executivo municipal, Corumbá já está viabilizando recursos para a recuperação do prédio, que também faz parte do patrimônio histórico e cultural da cidade.