Ensaio geral leva mais de 5 mil pessoas à General Rondon

 Marcos Boaventura
  

 Ensaio técnico das escolas de samba de Corumbá atraiu grande público para a avenida General Rondon na noite de ontem

Realizado em Corumbá pelo segundo ano consecutivo, o ensaio geral das escolas de samba arrastou uma multidão de aproximadamente 5 mil pessoas para a avenida General Rondon na noite deste domingo. Organizado pela LIESCO (Liga independente das Escolas de Samba de Corumbá) em parceria com a Prefeitura Municipal, o evento serviu para que as agremiações ensaiassem quesitos técnicos, como a comissão de frente e o recuo da bateria, e também o sistema de som, que esse ano vem com novidades importantes.

“Para este Carnaval, o prefeito Ruiter viabilizou dois caminhões de som para acompanharem as escolas de samba. Isso vai dar uma agilidade muito maior nos desfiles. Nos outros anos, as agremiações precisavam esperar que o caminhão retornasse para a concentração, o que acontecia só depois que a escola que desceu primeiro encerrasse sua passagem, o que acabava atrasando o desfile”, disse José Martinez, presidente da LIESCO.Segundo o presidente da Liga, o sistema de som passou “com sobras” pelo teste de ontem. “Para nós, esse ensaio serve principalmente para testar toda essa aparelhagem. Felizmente, não tivemos problemas com os equipamentos”, continuou Martinez. O Carnaval 2009 de Corumbá contará com 25 torres espalhadas pela passarela do samba, um total de 100 mil watts de potência.Para a diretora-presidente da Fundação Especial de Cultura e Turismo, Ligia Baruki, o sucesso do ensaio geral foi só uma prévia do que a Folia de Momo vai apresentar à população corumbaense e aos turistas que participarão do melhor carnaval do Centro-Oeste brasileiro. “Temos que ser assim, cada ano subindo um degrau a mais. O som, por exemplo, está perfeito”, comentou.Ela também destacou a empolgação dos foliões durante todo a noite. “Este ensaio serve para puxar toda essa animação e confiança necessária para que as escolas de samba entrem na passarela do samba com tudo”, continuou Ligia. O superintendente de Turismo de Corumbá, José de Carvalho Júnior, também acompanhou de perto a passagem das escolas pela passarela do samba.ApresentaçõesA primeira escola a passar pela passarela pantaneira do samba foi a Caprichosos de Corumbá. Neste ano, a agremiação canta a importância da África para a civilização moderna. A Pesada, com o enredo “Exaltação à Cultura – Um Tributo a Monteiro Lobato”, foi a segunda a passar pelo ensaio geral. A Mocidade Independente da Nova Corumbá passou em seguida, cantando os 10 anos da escola e os 20 anos de carreira do colunista social Alfredo Sartory. A Marquês de Sapucaí encerrou o ensaio das escolas do grupo de acesso. O samba-enredo da Marquês é “O grande espetáculo: sonho…realidade… o circo da vida!”.


Primeira escola a se apresentar na segunda-feira de carnaval, a Major Gama abriu o ensaio geral do grupo principal. A agremiação traz para a General Rondon a história da China. A Acadêmicos do Pantanal foi a segunda a entrar na avenida do samba com o enredo “Aquarela do Brasil”. A Império do Morro entrou em seguida com o tema “Libertê, Igualitê, Fraternitê, … Nas Asas do Tuiuiú a Império Canta a Liberdade”. Atual campeão do Carnaval corumbaense, a Vila Mamona encerrou o ensaio técnico com o samba-enredo “Um vôo da Águia como nunca se viu, a Vila vem mostrar como se dança Brasil”.