Em Corumbá, ano letivo na Reme começa nesta quinta-feira

 Arquivo

  
Cerca de 20 mil crianças retornam aos bancos escolares

Alunos da Educação Infantil, Pré-Escola, Ensino Fundamental (1ª a 9ª séries) e do EJA (Educação de Jovens e Adultos) da Rede Municipal de Ensino (REME) retornam nesta quinta-feira, 5 de fevereiro, para a sala de aula. São mais de 20 mil alunos matriculados nas 21 escolas mantidas pelo município, 15 na área urbana e 6 na zona rural. O calendário vai até o dia 14 de dezembro, totalizando 200 dias letivos.

Nas escolas José de Souza Damy; Clio Proença, Angela Maria Perez, Cássio Leite de Barros, CAIC Pe. Ernesto Sassida e Tilma Fernandes Veiga as aulas se iniciarão no dia 09 de fevereiro, devido os professores estarem participando no período de 04/02 à 06/02/09 do curso de Formação do PDE (Plano de Desenvolvimento da Escola), atividade que faz parte do Compromisso Todos Pela Educação.

Em 2008, a Prefeitura Municipal, através da Secretaria Executiva de Educação, dispôs de 1.790 professores, sendo 188 na Educação Infantil e Pré-Escola, 1.264 no Ensino Fundamental e 150 no EJA. Os números devem ser os mesmos neste ano. Corumbá cumpre calendário pré-estabelecido pela Secretaria Estadual de Educação (SEED), exceto as extensões existentes na região das águas, onde o calendário é diferenciado.

Segundo o programa escolar sugestivo para 2009, elaborado pela Secretaria Estadual de Educação, os primeiros três sábados de fevereiro serão letivos. As aulas seguem normalmente até o dia 20 deste mês. O recesso de Carnaval vai até o dia 25, quarta-feira de cinzas.


Região das Águas


Diretamente influenciadas pelas cheias no Pantanal, algumas localidades têm um calendário escolar diferenciado da área urbana. Na chamada Região das Águas, as aulas começam no dia 16 de fevereiro. A Prefeitura de Corumbá garante ensino regular para 365 alunos que residem na região do Paiaguás, Serra do Amolar e São Lourenço.


O Pólo Porto Esperança possuiu ao todo 10 extensões. As localidades de Boa Esperança, Duque de Caxias, Santa Aurélia, São João, São Lourenço, Sebastião Rolon, Silvio Pompeu de Barros, Nossa Senhora do Carmo Nazaré e Paraguai Mirim possuem unidades escolares.


O prefeito Ruiter Cunha de Oliveira deve sancionar nos próximos dias a criação da 11ª extensão. Localizada no Jatobazinho, no Paraguai Mirim, os alunos ficarão em regime de internato, com jornada integral com ênfase em técnicas agrícolas.