Corumbá auxilia Bolívia em ações de prevenção à dengue

 Prefeitura de Corumbá

  

 Encontro reuniu autoridades brasileiras e bolivianas

A Prefeitura de Corumbá vai dar apoio logístico às ações de prevenção e combate à dengue nas cidades bolivianas de Puerto Quijarro e Puerto Suárez. A atuação foi definida após uma reunião entre autoridades dos três municípios, na terça-feira, 10 de fevereiro. Os serviços terão início amanhã, dia 12, e atendem determinação do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT). As próprias autoridades bolivianas fizeram a solicitação ao chefe do Executivo corumbaense.

Ruiter ainda determinou a massificação dos trabalhos de prevenção à doença em Corumbá. Na cidade, os serviços são constantes como as visitações domiciliares quando são promovidas aplicações de larvicida; orientações aos moradores sobre formas de prevenção à dengue e campanhas educativas, por exemplo.

A iniciativa mostra que Corumbá acompanha a situação vivida no país vizinho. Onde em Santa Cruz, mais de 600 quilômetros da região fronteiriça, há uma epidemia da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. A ação vai ao encontro da Carta dos Municípios da Fronteira Pantaneira, entregue por Ruiter aos presidentes Lula e Evo Morales em janeiro. Uma das propostas do documento prevê a integração da rede de saúde brasileira com a dos países vizinhos na Faixa de Fronteira. 

Pelo cronograma definido, a Secretaria Executiva de Saúde Pública de Corumbá promoverá, no dia 12, a capacitação de 80 agentes bolivianos. No dia seguinte, 13, eles auxiliarão aos 20 técnicos corumbaenses na realização do Levantamento do Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) em todos os bairros de Puerto Quijarro. No mesmo dia acontecerá uma panfletagem com a distribuição de material educativo.

Para o sábado, dia 14, o cronograma de ações prevê um mutirão de limpeza de terrenos e a passagem do carrinho fumacê, que faz a borrifação de inseticida. Nestes serviços serão empregados caminhões; pá-mecânica e maquinário da Prefeitura de Corumbá.

O trabalho conjunto ainda prevê a realização de panfletagem educativa, com folhetos em espanhol, para a segunda-feira, dia 16, na cidade de Puerto Suárez. Um dia depois será feita a borrifação de inseticida naquele município. A primeira fase de ação conjunta terminará no dia 21 de fevereiro com limpeza de terrenos, também em Puerto Suárez. As Prefeituras bolivianas garantirão combustível para funcionamento do maquinário corumbaense e todo o suporte para o trabalho dos brasileiros.

Participaram da reunião os secretários Haroldo Ribeiro Cavassa (Desenvolvimento Sustentável); Lamartine Figueiredo Costa (Ações Sociais); Ricardo Ametlla (Infraestrutura); Cleber Colleone (que responde pela Secretaria de Saúde); a gerente de Vigilância em Saúde, Viviane Ametlla. Entre as autoridades bolivianas estiveram presentes o diretor do Hospital de Puerto Quijarro, Johnny Rech; Rolando Fernández (desenvolvimento econômico de Quijarro); Roberto Notta (Meio Ambiente e Florestal); médica Raquel Villa e a superintendente de saúde da região boliviana Ângela Poma.