Bolivianos expõem artesanato no Instituto Luiz de Albuquerque

A Casa de Cultura Luiz de Albuquerque, o “ILA”, recebe a partir desta terça-feira, 10 de fevereiro, a exposição do grupo Uniarte, da Bolívia. Além de apresentar os trabalhos feitos com fibras e outros materiais extraídos da natureza, os artesãos do país vizinho vão ministrar oficinas, cursos e palestras sobre as técnicas aplicadas. A mostra é uma parceria da Prefeitura Municipal de Corumbá, através da Secretaria Especial de Cultura e Turismo, e do projeto Fibras, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

O Fibras é uma iniciativa de intervenção sócio-ambiental de docentes e acadêmicos do Departamento de Ciências do Ambiente (DAM), do Campus do Pantanal da UFMS, voltado à população ribeirinha do perímetro urbano de Corumbá, tendo como eixo central a geração de renda e a inclusão social mediante a produção de um instrumento fundamental para a recuperação de áreas degradadas.


O projeto tem o objetivo de incentivar a produção artesanal de produtos biodegradáveis de biomanta (ou mantas ecológicas) de espécies vegetais nativas do Pantanal Mato-grossense e a criação de atividades produtivas que possibilitem a geração e diversificação da renda familiar da comunidade do bairro Cervejaria.


O grupo Uniarte é vinculado a Universidade Gabriel Rene Moreno, de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. Pertencentes a uma comunidade indígena da região boliviana, os artesãos, apoiados em suas produções artísticas, cursaram a faculdade e hoje apresentam essa experiência de profissionalização às corumbaenses.