Acadêmicos quer surpreender na avenida com Aquarela do Brasil

 Arquivo PMC

  
Acadêmicos quer repetir 2008 e surpreender as grandes escolas

Depois de conquistar o título do grupo de acesso em 2008, a Acadêmicos do Pantanal estréia no grupo especial, no desfile das escolas de samba de segunda-feira, dia 22, prometendo uma grande surpresa ao público. Leva para a avenida o tema enredo Aquarela do Brasil, riquíssimo em diversidade, crenças, alegria e costumes. A proposta é apresentar um belo espetáculo e lutar pelo título, destronando as grandes escolas corumbaenses.

Fundada em 25 de julho de 2001, a escola presidida por Jakeline Pazzoline, é a caçula do carnaval corumbaense. Kessy é o carnavalesco. Todos, dentro da agremiação, querem mostrar na avenida, um pouco mais do cidadão brasileiro, o ambiente onde vive, trabalho, diversões, crenças e as regiões brasileiras. A promessa é de muito brilho e entusiasmo.

Ficha Técnica

GRES Acadêmicos do Pantanal
Fundação: 25 de julho de 2001
presidente: Jakeline Pazzoline
Classificação em 2008: 1º lugar do grupo 2
Cores: verde, branco, amarelo e azul
Carnavalesco: Kessy
Samba Enredo: Aquarela do Brasil
Compositor: Marcos César
Puxadores: Ricardo do Pantanal e Macedo
Componentes: 800
Comissão de Frente: 12
Carro abre-alas: 01
Alas: 13
Carros Alegóricos: 05
Bateria: 80
Porta Bandeira: Luiza
Mestre Sala: Joca

Conheça a letra do samba da Acadêmicos do Pantanal

Aquarela do Brasil
Autor: Marcos César
Cantores: Ricardinho do Pantanal e Macedo

Olha o meu país na passarela
Retratando uma aquarela
No encanto deste céu azul anil
A Pantanal vem colorindo o meu Brasil

Viajei nos quatro cantos da minha terra querida
No norte do Amazonas naveguei
Fui garantido e caprichoso na alegria
No agreste também fui cabra da peste
E vi o sertanejo lutador de muita fé
Em belas praias eu passei
Dancei o frevo no Recife
E na Bahia foi axé que eu me encantei
Com a multidão atrás do trio

Um canto ecoa pelo ar, a Acadêmicos vai passar
Nesta viajem a emoção, é a dona do meu coração

O Rio do samba e futebol irreverente
O Cristo abençoa sua gente
São Paulo gigante do progresso
Do trabalho do sucesso e da miscigenação
E o Sudeste ainda traz as Minas
Fonte de riqueza, comércio e exportação
No Sul da minha terra o gaúcho mantém a tradição
O imigrante de bombacha, compartilha o chimarrão

Eta! Terra boa rogada pela paixão
Sua gente acredita e se orgulha deste chão

Cheguei ao Centro Oeste carregado de euforia
De Goiás e Mato Grosso cachoeiras noite e dia
Brasília e seu destaque nacional
E o que dizer do Pantanal
Jóia rara natureza em esplendor
Corumbá é o carnaval
Emoldurando esta aquarela de amor