Ruiter destaca papel da Capitania na preservação do rio Paraguai

 Prefeitura de Corumbá

  

 Prefeito Ruiter Cunha ressaltou parceria com Marinha em ações sociais

O prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) acompanhou a troca de comando da Capitania Fluvial do Pantanal, realizada na manhã desta sexta-feira, 30 de janeiro. A solenidade, presidida pelo comandante do 6º Distrito Naval, contra-almirante César Sidônio Dahia Moreira, aconteceu na sede da Patromoria, que fica na rua Manoel Cavassa, no Porto Geral, em frente ao rio Paraguai.

O capitão de fragata Robério da Silva Cavalcante assumiu o cargo de capitão dos Portos do Pantanal, posto que era ocupado pelo também capitão de fragata, Ângelo César Maranho. Após a cerimônia, de cerca de trinta minutos, o chefe do Executivo corumbaense destacou a importância da organização militar para a cidade.

“É um agente da Marinha do Brasil na fiscalização do rio Paraguai, patrimônio vital do nosso Pantanal. Além de garantir a segurança da navegação nesta importante via de escoamento de nossa produção e ser a salvaguarda de vidas humanas”, afirmou o prefeito.

Ruiter ainda ressaltou a parceria entre Prefeitura e Marinha, através do 6º Distrito Naval, em ações de apoio à população moradora da região ribeirinha. “Além do papel institucional a Marinha, por meio da Capitania, sempre nos auxilia nas ações sociais que visam o atendimento da comunidade ribeirinha”, enfatizou. O prefeito disse que a Prefeitura de Corumbá será sempre parceira das ações que possibilitem a “fiscalização e preservação ambiental” do rio Paraguai.

O vice-prefeito, Ricardo Eboli (PMDB), participou da solenidade. O comandante da 18º Brigada de Infantaria, general de brigada, José Carlos dos Santos, também acompanhou a cerimônia. Ainda assistiram à transmissão de cargo os secretários Carlos Porto (Relações Institucionais) e Fermiano Yarzon (Desenvolvimento Industrial e Econômico).

Ao deixar o cargo, o capitão de fragata, Ângelo César Maranho, afirmou que os dois anos no comando da Capitania Fluvial do Pantanal foram “significativos e marcantes em sua carreira militar”. A atuação de seus comandados, neste período, “contribuiu para o desenvolvimento da Marinha pantaneira; da cidade e seu povo”. Maranho segue agora para a Diretoria de Ensino da Marinha, no Rio de Janeiro.

Por sua vez, o novo capitão dos Portos do Pantanal disse assumir um grande desafio. A tarefa será cumprida “respeitando sempre as peculiaridades desta região pantaneira”, explicou o capitão de fragata Robério da Silva Cavalcante.