Na íntegra, o discurso de posse do prefeito Ruiter Cunha

A posse do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), de seu vice Ricardo Eboli (PMDB) e dos vereadores em Corumbá, aconteceu nas primeiras horas da manhã desse dia 1º de janeiro de 2009. O ato aconteceu em praça pública, no Porto Geral da cidade, às margens do rio Paraguai e ao lado do Casario do Porto, cartões postais do maior município pantaneiro. Em seu discurso, Ruiter destacou a participação popular no fortalecimento de seu primeiro governo, com a viabilização do pacto político que permitiu a união das forças políticas pró-Corumbá.

O prefeito iniciou o discurso desejando um “Feliz 2009 Corumbá”. Agradeceu aos vereadores, às autoridades que compuseram a mesa e a todos aqueles que contribuíram para o sucesso dos primeiros quatro anos de sua administração.

“Queridos irmãos corumbaenses, tanto aqueles de nascimento quanto aqueles que os são por opção afetiva.

A realização deste ato de posse para um segundo mandato em praça pública, tem um propósito especial: mostrar que todos nós estamos renovando a posse de um estilo diferente de fazer política, um estilo que nós escolhemos juntos há quatro anos e do qual não abriremos mão no futuro.

Se fosse apenas para a pessoa do prefeito tomar posse não precisaria dessa festa. Mas, preferimos dar a este ato um significado muito mais importante, o significado de uma conquista coletiva de um novo patamar na prática política da cidade.

Portanto, não é apenas o Ruiter e o Ricardo, meu vice-prefeito, que estão tomando posse hoje.

Não é apenas o PT, o PMDB ou a ampla coligação dos partidos que nos elegeu que está tomando posse deste segundo mandato.

Esta posse está sendo dada, simbolicamente, à idéia do Pacto Político por Corumbá. E essa sugestão de pacto político permanente por Corumbá somente sobreviveu graças ao apoio decidido e consciente dos corumbaenses, em todos os momentos nos quais esta idéia foi posta à prova.

Foi por causa do apoio de vocês à união das forças políticas locais que Corumbá saiu do ostracismo político e hoje, conta com um Senador da República e um Deputado Estadual para representá-la nos parlamentos federal e estadual.

Foi por causa do apoio de vocês ao pacto político por Corumbá que conseguimos manter ótimas relações com dois governadores de dois partidos antagônicos no plano estadual, mas que se uniram aqui para buscar o melhor para nossa cidade.

Foi por causa do paco político permanente por Corumbá que nós conseguimos incluir a cidade no PAC e mobilizarmos, com o trabalho competente da nossa bancada federal, coroado pela sensibilidade do Presidente Lula, a maior quantidade de recursos federais da história de Corumbá.

Em quatro aos, demos um salto enorme na melhoria da nossa infra-estrutura urbana. As obras estão aí para todos verem. Tivemos também melhorias invisíveis, mas não menos importantes, a primeira das quais, sem dúvida, a recuperação da esperança e da auto estima dos corumbaenses, impulsionada pelo crescimento econômico em décadas.

Tudo isso foi possível porque a arrecadação própria também cresceu e a gestão dos recursos se tornou mais eficiente, permitindo que se fizesse mais com menos. Para isso os servidores públicos trabalharam mais e melhor, conquistando aumentos salariais e melhorias funcionais e, principalmente, recebendo em dia os seus vencimentos.

Na base dessas realizações está o pacto político permanente por Corumbá e na sustentação desse pacto está o voto consciente e a participação ativa dos corumbaenses nas decisões que interessam ao seu destino.

Por isso hoje, tomamos posse juntos de um mandato que é de todos, por isso também o governo que se inicia, somente terá êxito se vocês ajudarem a manter a união política que nos trouxe até aqui.

Como mandatário, eleito para dirigir o governo, vou assumir integralmente a minha responsabilidade, distribuindo as atribuições e os recursos de cada dirigente segundo o compromisso de cada um, com resultados que sejam mensuráveis e cuja realização esteja programada e planejada passo a passo em projetos viáveis.

Esse é o único tipo de gestão coerente com o espírito que preside o pacto político permanente: acima de tudo, os interesses da cidade, depois o brilho deste ou daquele, a expressão do poder do partido ou da liderança.

Somente manteremos vivo o pacto político se a população continuar a ver resultados concretos nas ações de governo. Por isso nós faremos uma gestão orientada para resultados, e por isso nós queremos que a população cobre esses resultados.

Queremos agora oferecer nossos agradecimentos:

Primeiro, nosso agradecimento, em nome da coligação de partidos, a todos os que acreditaram em nossas propostas de campanha, as quais vamos procurar cumprir fielmente. A todas essas pessoas anônimas que depositaram sua confiança em nós, queremos agradecer com atitudes e realizações que honrem o seu voto e dignifiquem o mandato assumido.

Depois, queremos agradecer às nossas famílias, a quem coube sacrificar o convívio e os negócios particulares em nome do interesse público.

Agradecemos aos partidos que nos apoiaram e nos afiançaram com seus programas e a sua história.

Agradecemos à Justiça Eleitoral, que manteve o alto nível da administração do pleito, como já vem se tornando tradição e motivo de orgulho dos brasileiros.

Agradecemos ao Poder Legislativo Municipal pelo valoroso e indispensável apoio aos projetos elaborados em prol da comunidade corumbaense.

Finalmente, agradecemos à equipe do mandato que se encerra, sem o trabalho da qual não seria possível a reeleição, assim como agradecemos a todos quantos colaboraram com o seu prestígio e a sua capacidade para o bom êxito do governo.

Não poderia deixar de frisar as diretrizes mais importantes para o segundo mandato:

1 – Manter o pacto político permanente com base na prestação de contas de resultados efetivos do governo à população;

2 –  Integrar a gestão de Corumbá com a de Ladário. Cidades gêmeas pedem administrações gêmeas. Trabalharemos em projetos comuns e com equipes e recursos comuns, para resolvermos problemas comuns;

3 – Aumentar a integração com os governos estadual e federal (essa a principal razão para a aliança com o PMDB, partido aliado do Governo Federal e que governa o Estado de Mato Grosso do Sul), alinhando todos os nossos projetos com os programas federais e estaduais. Um trabalho mais consistente nesses sentido será feito, a partir das experiências que adquirimos com o escritório de projetos durante o primeiro ano de mandato;

4 – Realizar o planejamento a longo prazo da cidade e da região transfronteiriça, em conjunto com nossos vizinhos bolivianos, para dotar nossa região de um conjunto consistente e viável de projetos que possam atrair mais recursos e investimentos do que até agora conseguimos para nossa região;

Aos senhores vereadores hoje empossados, um pedido especial: assumamos um compromisso para que sejamos, de fato, os protagonistas na formulação de políticas públicas que objetivem a melhoria da nossa cidade e da nossa gente.

À população de Corumbá, um apelo: tudo o que conquistamos até agora foi graças ao seu apoio. Tudo isso depende da manutenção do pacto político. E o pacto político depende do apoio de vocês. Por isso essa posse também é de vocês! Não deixem que Corumbá seja relegada novamente ao esquecimento político por causa de disputas paroquiais das suas lideranças!

Finalizando, desejo muita paz, sucesso, realizações, conquistas, dignidade e superações a todos neste ano que se inicia.

Que Deus ilumine a todos nós!

Muito obrigado!”