Lideranças de bairros se juntam à Prefeitura contra dengue

 Prefeitura de Corumbá
  

 Lideranças discutiram formas de combater o mosquito da dengue

Presidentes de bairro e lideres de associações de moradores assumiram nesta segunda-feira, 19 de janeiro, o compromisso de auxiliar a Prefeitura de Corumbá a combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Reunião realizada nesta tarde no auditório do Espaço Educacional teve a presença de representantes dos bairros Jardim dos Estados, Guatós, Nossa Senhora de Fátima, Cervejaria, Centro América e Guarani.

“Além de discutir o cronograma do ‘Troque Com a Gente’ e de apresentar os últimos indicadores de cada região da cidade, chamamos esses lideres comunitários para participar diretamente das ações contra o mosquito”, explicou Viviane Ametlla, gerente de Vigilância em Saúde de Corumbá. “Para combater a dengue, o envolvimento de toda a população é muito importante”, destacou.


Esta parceria entre Município e comunidade já vem apresentando resultados satisfatórios. “Há 2 ou 3 a anos atrás, nosso bairro tinha um índice de infestação de dengue altíssimo. Neste ano, praticamente não houveram casos registrados”, disse Wilson da Conceição, presidente do Nossa Senhora de Fátima.


“As pessoas se conscientizaram que esta é uma doença grave e que pode até matar. A atuação dos agentes de saúde e do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), que fazem o controle das larvas durante todo o ano, foi determinante para que isso acontecesse”, completou Wilson.


Apesar da conscientização, o último LIRAa (Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypti) feito no Nossa Senhora de Fátima apresentou índice de 2,89%, bem acima do considerado normal pelo Ministério da Saúde (1%). “Na parte alta da cidade, a maioria das larvas foram encontradas em caixas d’água e recipientes utilizados para armazenar o produto, ou seja, os criadouros estão dentro das residências. Por isso o engajamento dos lideres de bairros é fundamental”, reafirmou Cleber Colleone, que responde interinamente pela Secretaria Executiva da Saúde Pública.


Participação


Os representantes das onze microáreas onde acontecerão o ‘Troque Com a Gente’ foram convocados para a reunião, mas apenas seis (Jardim dos Estados, Guatós, Nossa Senhora de Fátima, Cervejaria, Centro América e Guarani) compareceram. “A Prefeitura tem a preocupação de envolver as lideranças de bairro para que eles também possam envolver sua comunidade. Infelizmente, muitos não atenderam ao nosso chamado”, afirmou Colleone.


“Sabemos que existem problemas do cotidiano, mas a participação de todos é muito importante, principalmente nestas ações referentes à saúde”, complementou. O trabalho de prevenção a dengue e a outras doenças infecto-contagiosas (como a raiva e a leishimaniose) é feito durante todo o ano pelos agentes de endemias da Secretaria Executiva de Saúde Pública. A batalha contra o Aedes aegypti é intensificada neste período principalmente por causa das chuvas, que pode elevar o número de criadores do vetor.