Curso vai abordar Doenças e Agravos Não Transmissíveis

A cidade de Corumbá vai sediar de 3 a 5 de fevereiro, um treinamento básico de vigilância em Doenças e Agravos Não Transmissíveis (DANT), destinado a profissionais da área de saúde e da Rede de Atenção às Pessoas Vítimas de Violência. A capacitação será no Espaço Educacional, das 7h às 11h e das 13h às 17h. A realização é da Prefeitura Municipal, através da Secretaria Executiva de Saúde Pública – Gerência de Vigilância em Saúde – em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde.

Doenças e Agravos Não Transmissíveis (DANT) constituem um grande e heterogêneo grupo de doenças cujo controle é importante para a saúde pública. Destacam-se as doenças crônicas não transmissíveis, cuja característica mais comum é a ausência de infecção ou contágio clássico; doenças cardíacas e cerebrovasculares – acidente vascular cerebral (derrame), câncer, diabetes e hipertensão arterial; doenças mentais – depressão, síndrome do pânico, neuroses e psicoses, além do uso de álcool e drogas lícitas e ilícitas; doenças genéticas; agravos causados por acidentes e violências, que têm como consequência lesões físicas e emocionais além de grande ônus social, sem contar os traumatismos em geral, os acidentes de trabalho e de trânsito e a violência doméstica.

Estas doenças e agravos se caracterizam por múltiplas causas, longo tempo de evolução, ou são acontecimentos pontuais (acidentes, violência, acidente vascular cerebral), com evolução para óbito, ou recuperação com sequelas e necessidades de reabilitação e readaptação às novas condições de vida.

As DANT estão diretamente relacionadas à forma como a sociedade está organizada e ao estilo de vida da população. Muitas delas são decorrentes de hábitos não saudáveis, como alimentação inadequada ou insuficiente em quantidade e qualidade, uso de alimentos industrializados com substâncias nocivas à saúde (gorduras trans e saturadas, excesso de sal, conservantes, realçadores de sabor), alimentos contaminados com agrotóxicos, bem como falta de atividade física (sedentarismo); tabagismo, álcool e outras drogas lícitas ou ilícitas.

A Vigilância de DANT coleta dados de morbidade (doenças), mortalidade, além de dados sobre fatores de risco e fatores promotores da saúde. O treinamento em Corumbá será justamente para capacitar profissionais ligados à área, visando ações ligadas a análise e apresentação de medidas para a promoção da saúde, para o controle das doenças e reabilitação das sequelas físicas e emocionais.