Corumbá e Ladário iniciam ação conjunta de combate à dengue

 Prefeitura de Corumbá

  
Crianças participam da ação e material trocado vai para reciclagem

Parceria entre as Prefeituras de Corumbá e Ladário está permitindo desenvolvimento de ações voltadas para a melhoria da qualidade de vida da população pantaneira, residente na região de fronteira com a Bolívia. Na manhã de hoje, segunda-feira, foi desencadeada a terceira edição do “Troque Com a Gente”, estratégia adotada pela administração do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), em 2007, para o combate à dengue na Cidade Branca. Agora, a campanha foi estendida à cidade vizinha de Ladário, como parte da gestão integrada estabelecida entre Ruiter com o prefeito ladarense José Antônio Assad e Faria (PT).

A campanha começou no bairro CEAC, na sede da Associação de Moradores, e movimentou a comunidade local. Desde as primeiras horas da manhã, crianças e adultos procuravam o posto de troca de produtos que podem servir de criadouro para o mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, por kits escolares.

A ação está sendo coordenada pela Secretaria de Executiva de Saúde Pública da Prefeitura de Corumbá que está disponibilizando uma equipe para desenvolvimento das atividades no município vizinho, apoiados por servidores da pasta da Saúde Pública ladarense.

O CEAC é um dos maiores bairros da cidade ladarense e está com uma incidência de infestação do mosquito de 0,59%. Apesar do índice baixo, as autoridades do município estão preocupadas. Conforme o secretário da Saúde, Nabil Omar, não há dados suficientes sobre a situação na cidade e isto será possível a partir de agora, com o trabalho em parceria com Corumbá.

Na opinião dele, a ação conjunta será importante principalmente para se ter “uma estatística regional” da situação da dengue, bem como de outras doenças. A ausência de informações concretas, no seu entender, acaba trazendo prejuízos, dificultando ações voltadas para a garantia da saúde da população.

“Esta parceria é importante. O trabalho conjunto será muito bom para que possamos ter uma estatística regional. Até então, não temos condições de saber quais são os casos daqui e quais o de Corumbá. A partir de agora, com este trabalho integrado, teremos condições de levantar todos os dados e planejar”, afirmou.

Consciência

Nabil disse que o primeiro passo para a melhoria da saúde de Ladário, está sendo dada através da parceria com Corumbá. Ele destacou a ação “Troque Com a Gente” como fundamental para conscientizar as pessoas sobre a necessidade de manter quintais e terrenos limpos, livres de produtos que possa se tornar criadouros do mosquito transmissor da dengue.

A gerente de Vigilância em Saúde de Corumbá, Viviane Ametlla, também demonstra preocupação com a falta de informações sobre a dengue em Ladário. “Não temos informações concretas sobre números exatos de casos. Não sabemos também o número exato de notificações e este também é um problema”, afirma. Segundo ela, estudos apontam que, para cada um caso de dengue notificado, dez são sub notificados, “deixam de ser conhecidos e isto é uma preocupação da saúde pública”, comentou.

Para ela, a ação iniciada hoje, será importante para mudar o quadro atual. É que, após o trabalho, acontece o Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypti (LIRAa), importante para mostrar o índice de infestação do mosquito.

A gerente destacou também a participação das crianças e adultos na campanha. “É o primeiro dia e apesar do tempo (chuva), a troca está sendo boa”, afirmou.

Fazendo sua parte

Marcos Aranda, 61 anos, foi um dos participantes da campanha. Levou garrafas pets para troca por kit escolar. Mas, no entender dele, o importante é que “a população se conscientize e limpe seus quintais. Não adianta um limpar e o outro deixar sujo. Todos devem fazer o mesmo”, reforçou.

A pequena Carla Leorrana Marcondes dos Santos, apesar dos seus 11 anos, também demonstrou consciência. “É preciso manter tudo limpo para evitar a dengue”, disse, enquanto entregava um saco de lixo cheio de garrafas e outros produtos, apropriados para a proliferação do Aedes Aegypti.

O trabalho em ladário durou toda a manhã. Na quarta-feira, a cidade será novamente atendida pela ação. Dessa vez, o “Troque Com a Gente” será no bairro Alta Floresta, no Barracão, na rua Guatambu com Cedro.