Premiação do Pequeno Herói será sábado no Corumbaense

Será sábado, a solenidade de premiação das 10 crianças que se destacaram no projeto “A procura dos pequenos heróis do Pantanal”, promovido pelo Centro Padre Ernesto de Promoção Humana e Ambiental (Cenper). O ato está marcado para o Corumbaense Futebol Clube, a partir das 15h, quando será conhecido o Pequeno Herói do Pantanal de 2008.

Os vencedores foram eleitos entre 1.500 participantes do projeto, como os que praticaram as mais destacadas ações de heroísmo no ano de 2008. A solenidade foi confirmada para este dia 6 de dezembro, data em que se comemora o Dia Municipal do Pequeno Herói, instituído pela Prefeitura de Corumbá.

O projeto foi desencadeado neste segundo semestre e as inscrições aconteceram até o dia 20 de novembro, quando se iniciou a fase de análise das ações relatadas pelas crianças inscritas, inclusive com testemunho de cada ato heróico.

A seleção foi feita por uma comissão de honra, até se chegar à eleição do “Pequeno Herói de 2008”, cujo nome será conhecido no sábado. A novidade é que este ano o projeto contou com a participação de crianças e adolescentes de Coxim, município situado no norte de Mato Grosso do Sul.

A comissão é integrada pelo próprio idealizador do projeto, padre Ernesto Sassida; professora Ligia Baruki e Mello, secretária Executiva de Educação da Prefeitura de Corumbá; padre Oswaldo Scotti, diretor da MS/MT – Cidade Dom Bosco; prefeito Ruiter Cunha de Oliveira; Roberto Ferreira Filho, Juiz de Direito da 1.ª Vara Criminal da Comarca de Corumbá; Lívia Carla Guadanhim Bariani, promotora de Justiça da Infância e Juventude; contra-almirante César Sidônio Daiha Moreira de Souza, comandante do 6.º Distrito Naval; general José Carlos dos Santos, comandante da 18.ª Brigada de Infantaria de Fronteira; vereador Mohamad Abdalla, presidente da Câmara Municipal de Corumbá; Lamartine Figueiredo Costa, secretário Executivo de Assistência Social, e Iracemir Pereira da Cruz, presidente do CMDCA.

Idealizado pelo padre Ernesto Sassida, o projeto “A procura dos pequenos heróis e adolescente herói do Pantanal” tem como objetivos conscientizar as crianças e adolescentes, a discernir os seus atos bons dos seus atos ruins, bem como resgatar os valores no contexto da família, preparar e persuadir as crianças para execução de uma boa ação, promover à integração moral e social da criança a comunidade corumbaense, despertar nas crianças e jovens a prática dos verdadeiros valores por intermédio de boas e até corajosas ações, em contraposição aos atos condenáveis e perniciosos, sempre marcados pela prepotência, agressividade, confronto, desrespeito e até pela corrupção, além de proporcionar uma educação preventiva, promovendo uma mudança comportamental dos menores na comunidade, na família, na escola e no trabalho.

São definidas como boas ações para efeito de avaliação da comissão julgadora, o ato isolado ou continuado, que apresente clara conotação de desprendimento, desinteresse, sacrifício e esforço incomum em benefício de outros ou como exemplo a ser imitado por outros menores. A ação pode ser praticada em família, na escola, na rua, na hora do lazer, na viagem e em qualquer outro local e momento em que a criança tenha a oportunidade de fazer uma boa ação.