Estrada-Parque, diversificação do turismo no Pantanal

 Prefeitura de Corumbá

  
Região proporciona inúmeras emoções e belas lembranças aos turistas

Unidade de conservação criada em 1993 e corredor das comitivas pantaneiras, a Estrada-Parque, em Corumbá, é um dos destinos mais procurados por quem visita o Pantanal. O ecoturismo coloca o bioma, declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco, entre os pólos turísticos brasileiros que recebe maior número de turistas.

São 120 km de pura natureza numa das regiões, a Nhecolândia, com maior riqueza e adversidade de fauna e flora da planície. O turismo opera o ano todo, agregando também a pesca esportiva. A atividade comemora o aumento de turistas, enquanto a Prefeitura de Corumbá atesta, com visitas constantes aos empreendimentos, o bom nível dos serviços.

A Estrada-Parque contribui para esse olhar para o Pantanal, integrando um roteiro que a une a Bonito, ambos atraindo o mesmo perfil de turista. Os investimentos dos empreendedores, nos últimos anos, agora são compensados com políticas governamentais para fortalecer o setor. Em 2009, o destino vai ganhar um centro de atendimento ao turista e sinalização.

A obra, de R$ 820 mil, foi autorizada pelo governador André Puccinelli, na semana passada. Em parceria com o Estado, a Prefeitura de Corumbá vem atuando ao lado do trade turístico para garantir bons serviços e produtos diversificados e de qualidade. O ecoturismo teve um crescimento expressivo em Corumbá a partir de 2005.

As estatísticas demonstram a nova tendência do turismo local. A Pousada Santa Clara recebe por mês, em média, 300 turistas, a maioria estrangeira – movimento acompanhado pelos demais empreendimentos da Estrada-Parque. A infra-estrutura também contribuiu para isso: são 300 leitos e mais comodidade, como Internet.

Na legalidade

A ação do Ministério Público e do Governo estadual, em outubro, quando foram fechadas três pousadas dentro da unidade de conservação por atividade ilegal, fortaleceu quem trabalha sério. “Há muito tempo esperávamos por medidas como esta. Hoje estamos preocupados em qualificar nossos serviços e desenvolver uma atividade sustentável”, diz o empresário João Venturini.

Dono do Parque Hotel Passo do Lontra e um dos pioneiros do ecoturismo no Pantanal sul-mato-grossense, Venturini afirma que o trade buscava contrapor a essa situação criada pelos clandestinos. “A ação do MPE agora vai ordenar nossa atividade, fortalecendo aqueles empreendimentos que estão legais e são a grande maioria”, cita.

Para o secretário de Turismo de Corumbá, Carlos Porto, o bem-estar dos turistas e a qualidade dos pacotes turísticos são prioridades do município, que busca gerar outros atrativos associados à pesca esportiva, modalidade hoje consolidada. “O poder público investe em políticas de fomento, mas também fiscaliza, garantindo qualidade”, diz Porto.

Serviço

A Estrada-Parque começa no trevo da BR-262 com a MS-184, no Buraco da Piranha. Interligas-se novamente à 262 no Lampião Aceso, distante 12 km de Corumbá. Informações sobre as pousadas, roteiros e condições da estrada, na Secretaria Municipal de Turismo (Setur). Telefone: 3231.2886. Email: setur.corumbams@terra.com.br