Diversificação do turismo é a aposta de Ruiter em Corumbá

 Arquivo PMC

  
Cavalgada em pleno Pantanal. Oportunidade para registrar belas imagens

A partir do dia 5, quarta-feira, a pesca esportiva fica proibida no rio Paraguai e seus afluentes até 28 de fevereiro. A aposta do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira é a diversificação nos segmentos de eventos, negócios, cultura e ecoturismo. Estes são os desafios de Corumbá para confirmar sua vocação de bem receber.

Este trabalho vem sendo executado desde o início da sua administração. O resultado é o grande número de turistas que visitam a cidade para a prática do ecoturismo, que tornaram o Pantanal na quarta força nacional, à frente de Chapada Diamantina (BA), Amazônia (AM) e Foz do Iguaçu (PR).

Para o prefeito corumbaense, o “turismo é uma das principais atividades econômicas”. Com a pesca consolidada, a busca agora é a diversificação. O turismo de negócios e eventos será impulsionado com o Centro de Convenções. O primeiro bloco já está concluído e o segundo em fase de execução. “É um somatório de esforços que beneficia todos os envolvidos com o setor. Gera emprego, renda e qualidade de vida à população”, destaca Ruiter.

Segundo o secretário-executivo de Turismo, Carlos Porto, inúmeras são as atividades desenvolvidas para fomentar a atividade turística na cidade. Uma preocupação é garantir a qualidade dos serviços prestados aos visitantes. Por meio de seminários, palestras, oficinas e feiras, os empresários e profissionais do setor são continuamente capacitados.

Porto lembra que o calendário de eventos do município também contribui para alavancar o setor, que conta com uma ampla e diversificada programação durante todo o ano. “Trabalhamos o turismo em todas as sua vertentes e analisamos o que ele pode trazer de benefícios para a comunidade corumbaense”, diz o secretário, lembrando que esta é a determinação do prefeito Ruiter Cunha.

O secretário reitera que as parcerias com a iniciativa privada também são fundamentais. “Os investimentos privados geram empregos e renda para nossa população. Essas parcerias são de grande importância para o desenvolvimento do turismo em Corumbá e é por isso que hoje os parabéns são para todos nós, que acreditamos em nossa cidade e apostamos que Corumbá é o destino”, conclui.

Fluxo

O fluxo de pessoas na cidade vem crescendo a cada ano. As perspectivas são ainda mais otimistas em virtude dos investimentos no setor. Entre eles, a Construção dos Centros de Atendimento ao Turista na Fronteira, no Morro São Felipe – Cristo Rei do Pantanal e na Estrada Parque Pantanal, o Centro de Convenções de Corumbá, instalação do Museu de História do Pantanal, consolidação do Calendário de Eventos, ligação fácil com Santa Cruz de La Sierra/Bolívia – por trem e avião, qualificação da mão de obra envolvida com o setor de turismo – mais de 1500 pessoas capacitadas nos três últimos anos –, além da implantação de sinalização turística na BR-262 e na cidade.

Corumbá também foi incluída no Plano Nacional de Turismo, juntamente com outras 64 cidades brasileiras. O plano prevê aplicação de R$ 984 milhões na promoção do turismo no Brasil tanto no mercado interno quanto externo, além de R$ 5,63 bilhões em infra-estrutura turística.