Corumbá realiza gincana no Dia D de Combate à dengue

 Prefeitura de Corumbá

  
Material recolhido por alunos é entregue a agentes do CCZ

Alunos de oito escolas de Corumbá estão participando de uma gincana como parte da programação alusiva ao Dia D de Combate à Dengue que acontece amanhã, sexta-feira, com uma extensa programação no Centro Popular de Cultura, Esporte e Lazer. A iniciativa da Prefeitura Municipal, através da Secretaria Executiva de Saúde Pública, busca fortalecer ainda mais a parceria com a população corumbaense, no trabalho de eliminação de focos de procriação do mosquito Aedes Aegypti, para evitar aumento de casos da doença na região.

O ponto alto da gincana será nesta sexta-feira, quando os alunos completarão as tarefas programadas pelas equipes do Centro de Controle de Zoonoses. Até então, as crianças fizeram a coleta de todo tipo de material reciclável e que acumula água, locais apropriados para a proliferação do mosquito. O trabalho começou no início de novembro e, hoje, agentes do CCZ iniciaram o recolhimento nas escolas.

Todo material, garrafas pets, pneus, garrafas de vidro, latas e outros utensílios recicláveis, recolhidos pelos alunos destas oito escolas, serão vendidos a empresas que trabalham com produto reciclável na cidade e o dinheiro arrecadado será revertido a instituições de caridade.

A coleta é uma das tarefas previstas na gincana que conta com a participação das escolas Fernando de Barros, Castro Brasil, Ângela Perez, Clio Proença, Cássio Leite de Barros, Nathércia Pompeu, Izabel Correia e Almirante Tamandaré. Amanhã, os alunos terão que cumprir novas tarefas e, no final, 40 crianças do estabelecimento de ensino que somar mais pontos, serão premiados com um passeio de barco pelo rio Paraguai. Ao segundo colocado, passeio nas instalações da Rio Tinto e ao terceiro, passeio na empresa Votorantin.

Dia D

O Dia D de Combate à Dengue será nesta sexta, no período das 07h30 às 11h30. Além da gincana, os participantes contarão com outras atrações como teatro, apresentações de fanfarras, grupos de pagodes, estandes educativos, além de sorteio de brindes.

Segundo Viviane Ametlla, gerente de vigilância em saúde, Corumbá, no último LIRAa (Levantamento do Índice Rápido de Infestação por Aedes Aegypti), apontou uma queda nos índices de proliferação do mosquito. Outubro foi fechado com 0,5% contra 1,4% de setembro. O aceitável pela Organização Mundial de Saúde é de até 1%. Este ano, 50 casos foram registrados da doença.

Mesmo com a queda, Viviane afirma que não há motivos para se comemorar. Pelo contrário: “é preciso se manter em alerta, intensificar os trabalhos, principalmente de eliminação de focos do mosquito”, diz a gerente.

Informa que a ação programada para o Dia D de Combate à Dengue, será importante para a seqüência dos trabalhos, principalmente pela participação das crianças, atendendo uma orientação do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), para se eliminar focos de proliferação do mosquito, no combate à doença.

Além da gincana, a gerente informa que outras ações continuam em execução na cidade, com as participações não só de equipes da Saúde, mas também de outros setores da administração pública, como a Infra-Estrutura, Procuradoria Geral, Assistência Social e Educação, que estão elaborando um plano de contingência de combate à dengue para evitar o avanço da doença na região.

Viviane lembra também que é preciso apoio total da população. “Sem ela, fica difícil combater a doença”. Segundo ela, a estratégia adotada em anos anteriores, de envolver as crianças, fez com que a comunidade se tornasse parceira.

O setor de saúde da Prefeitura alerta sobre a necessidade de se manter os quintais limpos, livres de todo tipo de material que possa acumular água, apropriado para proliferação da larva da larva do mosquito. Outro alerta é com relação às crianças, apontadas por Viviane como “mais suscetíveis à doença”.

“Os pais devem tomar todos os cuidados, principalmente se a criança se queixar de dores de cabeça (próximo aos olhos) e apresentar estado febril. Se isto acontecer, é necessário procurar atendimento médico imediato”, alerta a gerente.