Corumbá forma mais uma turma do Projeto Agente Jovem

 Prefeitura de Corumbá

  

 Projeto capacitou 150 jovens desde 2005

A terceira e última turma do Agente Jovem, projeto do Governo Federal executado pela Prefeitura de Corumbá, se formou na tarde desta quarta-feira, em solenidade realizada no Espaço Educacional. Cinqüenta adolescentes concluíram o programa desenvolvido pela Secretaria-Executiva de Assistência Social e receberam seus certificados.

A administração do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira retomou o projeto em 2005, envolvendo, de lá para cá, 150 jovens de 15 a 17 anos de idade em grupos temáticos (sexualidade, família, cidadania, projeto de vida, educação), capacitação e preparação para o trabalho (cursos de informática), oficina de dança, capacitação em DST/Aids e trabalhos comunitários.

A solenidade de formatura contou com a presença do secretário executivo de Assistência Social, Lamartine Figueiredo Costa. Os familiares dos adolescentes lotaram o auditório do Espaço Educacional. Os jovens fizeram apresentações de dança de rua (street dance) e violão, mostrando algumas atividades artísticas que aprenderam durante o projeto.

 Também presente ao ato, a gerente de Políticas Sociais da secretaria, Elizabeth Assad Fontenelle, explicou que o Agente Jovem se encerra em 2008 e outro, o Pró-Jovem, já está sendo desenvolvido em Corumbá. Este novo projeto absorve um terço dos jovens encaminhados por programas e ações, como Peti e Sentinela, e o restante das vagas é para filhos de famílias do Bolsa Família.

Caminho do bem

O secretário Lamartine Costa lembrou que a retomada do projeto em 2005 foi um dos avanços na área social conquistados no primeiro ano do governo Ruiter Cunha. “São poucos os municípios brasileiros onde o prefeito se preocupa tanto com o jovem como em Corumbá. Aqui, o jovem tem vez, tem voz e devemos tudo isto ao nosso prefeito”, afirmou o secretário.

Ele destacou a importância do Agente Jovem, onde os adolescentes são orientados e instruídos sobre os valores da vida, da amizade e do amor e aprendem o caminho do bem. “Vocês abraçaram a oportunidade, foram perseverantes e agora devem conversar com suas famílias e com seus amigos, sejam multiplicadores do que aprenderam”, disse, parabenizando os formandos.

Ao saudar os jovens e suas famílias, a gerente Elizabeth Fontenelle ressaltou as parcerias da secretaria para desenvolver o projeto, citando entre elas o Moinho Cultural Sul-Americano, e disse que o incentivo dos pais e responsáveis é essencial para que o aprendizado durante um ano seja colocado em prática, sobretudo os laços de amizade e convivência, nos seus lares e na comunidade onde vivem.