Pixote é a atração desta sexta à noite no Porto Geral

 Divulgação

  
Grupo se apresenta no Festival Pantanal das Águas

A grande atração da segunda noite de samba em Corumbá é o Grupo Pixote. A apresentação será esta noite, sexta-feira, a partir das 22h, no Porto Geral. O show integra a programação da quarta edição do Festival Pantanal das Águas, uma realização da Prefeitura Municipal em parceria com a TV Morena.

O grupo de pagode foi criado em 1993 na cidade de São Paulo, por um grupo de amigos que tocavam por diversão numa praça. O grupo Pixote é formado por Dodô (vocal), Thiaguinho (teclados), Mineiro (violão), Tiola Chocolate (tantan) e Du (pandeiro). Teve como primeiro nome Revelação do Samba.

Com este nome, participou do Festival do Choppapo, uma casa de espetáculos da capital paulista, classificando-se em 2º lugar. Neste mesmo ano, na coletânea “Pagode de Primeira II”, da gravadora Zimbabwe, foram incluídas “Sonho real” e “Sonho de um poeta”, as primeiras gravações do grupo. Nessa época, mudou de nome, passando a se chamar Pixote.

O primeiro CD do grupo, “Brilho de cristal”, foi lançado por um selo independente criado pelo grupo em 1995, quando a idade média dos componentes era de 16 anos. O segundo CD, “Tão inocente”, foi lançado em 1998, destacando-se as músicas “Bombom demais” e “Saudade de nós”.

No ano 2000 lançou o terceiro CD: “Tá bom demais”. Em 2002, ao lado de outros artistas, participou do disco “Os melhores do ano III”, disco no qual interpretou em dueto com Leci Brandão “Natureza” de Leci Brandão e Rosinha de Valença.

Descontraído e envolvente, Pixote conquista o público por onde passa. Com a música “Frenesi”, o grupo não deixa ninguém parado. O público dança e canta, seguindo a coreografia dos músicos. O pagode, segundo Dodô, é tocado há pelo menos 6 anos em seus shows.

“Só Alegria”, outro antigo sucesso, é seguido em coro por milhares de vozes, que cantam “A minha namorada incomoda seu olhar, sem parar, sem parar. E cheia de ciúme você finge nem notar, mas não dá, mas não dá”. Além dessas, “Brilho de Cristal” e todas as demais faixas não deixam de ser acompanhadas uma só vez pelo público.