Para Porto, ação garante qualidade dos serviços

A operação “gringo” realizada nesta quarta-feira (22) resultou na interdição de três pousadas localizadas entre o Rio Abobral e Passo do Lontra. Participaram da operação as Promotorias de Meio Ambiente e Defesa do Consumidor em uma ação em conjunto com as polícias Civil, Militar, Federal e Secretaria de Turismo de Estado com apoio da Secretaria de Segurança Pública do Estado de Mato Grosso do Sul.

Para o Secretário Executivo de Turismo, Carlos Porto, o bem estar dos turistas é uma das prioridades da Prefeitura Municipal de Corumbá e também do o Governo do Estado. “Esse trabalho em conjunto mostra claramente que o poder público se preocupa com a qualidade dos serviços oferecidos também nas atividades turísticas. Estamos atentos às irregularidades”, explica Porto.

Ele esclarece ainda que a Secretaria Executiva de Turismo da Prefeitura de Corumbá, não tem poder de autuar ou coibir essas instituições, mas que colaboram com a integração e difusão de informações. “Estamos sempre prontos para ouvir a população, os turistas, e informar as autoridades responsáveis dos problemas existentes”, salienta o secretário.

A ação do Ministério Público tem como objetivo evitar crimes contra o meio ambiente, evitando futuras intervenções degradantes e de proteção ao consumidor. “Cada órgão garante a segurança da comunidade e dos visitantes de acordo com a sua competência, prova disso são as fiscalizações constantes”, salienta o secretário.

De acordo com os promotores Marcelo José de Guimarães e Ricardo de Melo Alves, para que pousadas voltem a funcionar terão que cumprir a exigências estabelecidas pela legislação, além de corrigir as irregularidades apontadas pelos peritos.

Infra-estrutura

O Pantanal é hoje um dos destinos brasileiros mais procurados. Patrimônio natural da humanidade, reserva da biosfera, lugar onde a fauna e flora se unem para proporcionar um dos mais belos espetáculos vivos na maior área inundável do mundo. São mais de 80 espécies de mamíferos, 650 de aves e 50 de répteis e centenas de peixes. Uma das maneiras de conhecer um pouco da exuberância dessa reserva é atravessando a Estrada Parque Pantanal com extensão de 120 quilômetros de estrada de terra, passando por 74 pontes de madeira que ligam a Cidade de Corumbá-MS ao entroncamento da BR-262, em um lugar chamado Buraco das Piranhas.

Passear pela Estrada Parque se assemelha à sensação de estar em um zoológico natural, a céu aberto e sem as grades que separam público e animais. Cada passeio, por mais que o percurso seja conhecido é sempre uma novidade.

Na estrada parque existe uma grande infra-estrutura para atender as mais diversas exigências de diferentes gostos dos turistas que para lá se deslocam de diversificados pontos do país e mundo. No percurso de 120 km, distribuem-se sete pousadas (fazendas para ecoturismo) com cerca de 300 leitos, além de espaço para camping, com acampamento para mochileiros.

Por estarem localizadas no coração do Pantanal, conseguem manter animais exóticos livres e próximos dos visitantes em perfeita harmonia, tais como; Arara Azul, Lobo Guará, Onça Pintada, jacarés, sucuris, entre outros; além da flora pantaneira completamente intacta.

Os visitantes têm ainda a opção de realizarem passeios ecológicos tais como; cavalgadas, trilhas, safáris fotográficos entre outras atividades. Todos os passeios são realizados na companhia de um guia e em condições adequadas de segurança. Os turistas são conduzidos por veículos estruturados e adaptados.