Mostra: parcerias fortalecem a agricultura familiar na região

 Prefeitura de Corumbá

  
Além de alimentos, mostra apresenta produtos fabricados nas pequenas propriedades rurais

A integração dos programas e ações voltados para o pequeno produtor rural tem contribuído para fortalecer a agricultura familiar em Corumbá e Ladário. A consolidação da parceria da Prefeitura de Corumbá com outros órgãos, como Embrapa Pantanal e Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), ficou evidenciada hoje, no Assentamento Taquaral.

A realização da 2ª Mostra de Agricultura Familiar, na Estação Experimental do Campo, evento que se desenvolve durante todo o dia em comemoração ao Dia Mundial de Alimentação, é uma demonstração do apoio às alternativas de produção e geração de renda, estimulando o assentado a introduzir novas culturas, se organizar e trocar experiências com os vizinhos.


Nos últimos anos, segundo o secretário-executivo de Desenvolvimento Agropecuário, Marco Antônio Freire de Barros, a administração municipal, por determinação do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira, implantou uma política de fomento à agricultura familiar, somando-se ao programa nacional. Ele lembrou a aquisição das patrulhas mecanizadas, que preparam a terra para o sitiante, os cursos de capacitação e o apoio à bacia leiteira.

 “Este evento aqui, hoje, é um momento de consolidação de importantes parcerias”, disse o secretário. Também presentes a abertura da mostra, as secretárias municipais Maria Lucia Ortiz Ribeiro (Promoção e Cidadania) e Lígia Maria Baruki (Educação) enfatizaram que são parceiros valiosos, como Embrapa e Agraer, que ajudam o município a melhorar a qualidade de vida no campo.

Para o produtor

Ligia Baruki disse que a proposta da Estação Experimental do Campo, implantada em 2006 pela Prefeitura, é se transformar não apenas num centro de saber e da cultura, mas num espaço para a qualificação da mão-de-obra do campo e pesquisas. Maria Lucia lembrou que é proposta do prefeito Ruiter Cunha construir o Mercado do Produtor no antigo Mercadão, hoje Centro Integrado de Saúde.

A 2ª Mostra de Agricultura Familiar é um acontecimento que valoriza a diversificada produção do meio rural, seja de alimentos ou artesanato, e permite uma maior interação da pesquisa e assistência técnica com os parceleiros, conforme explicou Alberto Feiden, da Embrapa Pantanal. “É uma mostra para o próprio produtor, que tem baixa auto-estima, não se acha importante”.

Dia de campo

Além dos expositores de assentamentos, também participaram do evento alguns grupos organizados, como o Amor Peixe (artesanato) e a associação do distrito de Maria Coelho, ambos gerenciadas por mulheres. Esta última, formada por 15 mulheres, trabalha com a bocaiúva (farinha, chicha e licor), queijo fresco e doces em compota. “Nosso problema é onde vender”, diz Edel Cruzes, produtora.


Após a solenidade de abertura, que contou com a participação especial do projeto Música ao Campo, integrado por alunos da Escola Monte Azul (Assentamento Taquaral), foi iniciado o dia de campo “Práticas Agroecológicas”, com cinco estações: alimentos saudáveis, plantas medicinais, compostagem, produção de mudas e minhocário. A atividade foi desenvolvida por pesquisadores da Embrapa Pantanal.