Homenagem aos Direitos Humanos segue recebendo indicações

A Subsecretaria de Ações da Cidadania segue recebendo as indicações para a definição das 60 personalidades de Corumbá e Ladário que, em novembro, serão homenageadas pelo trabalho em defesa dos Direitos Humanos na região. A escolha, promovida pela Prefeitura de Corumbá, integra as comemorações dos 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, celebrados em 10 de dezembro. A atividade também faz parte da campanha dos 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres.

O subsecretário de Ações da Cidadania, Arturo Ardaya, explicou que foram encaminhadas cartas para 140 entidades pedindo a indicação de cinco nomes. Cada uma das cinco indicações – por entidade representativa – deverá ser acompanhada por uma justificativa esclarecendo os motivos da escolha.

Segundo o subsecretário, os indicados podem ser “pessoas célebres ou anônimas, vivas ou já falecidas” que tenham realizado ou realizem gestos “solidários e sinceramente voltados para a construção de uma sociedade mais dignificante e humana”. Ardaya informou também que a Subsecretaria já recebeu um bom número de respostas. Entretanto, pediu às instituições que ainda não encaminharam as indicações que o façam o mais rápido possível, garantindo tempo hábil para a definição dos 60 nomes.

Após a recepção das indicações, a Subsecretaria de Ações da Cidadania – em parceria com o Fórum Permanente de Entidades Não Governamentais de Corumbá e Ladário (Forumcorlad) e outras instituições que atuam na defesa e preservação dos Direitos Humanos – fará a análise e definirá os homenageados.

A homenagem será realizada no dia 28 de novembro, uma sexta-feira, e trará à cidade a biofarmacêutica cearense Maria da Penha. Considerada símbolo contra a violência doméstica, ela viu seu nome batizar a Lei de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, sancionada pelo presidente Lula, no dia 7 de agosto de 2006.