Farmácia Popular tem serviços divulgados nos postos de saúde

 Prefeitura de Corumbá

  

 Farmácia tem mais de 100 tipos de medicamentos à disposição

Os serviços da Farmácia Popular do Brasil, instalada em Corumbá no final de março, serão apresentados em todas as unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF) da cidade a partir desta semana. Pelo cronograma, as visitas acontecerão entre os dias 28 de outubro e 10 de novembro, sendo realizadas sempre em dois períodos, pela manhã e à tarde. O objetivo é esclarecer e orientar os profissionais que atuam nos postos sobre o trabalho realizado na farmácia.

Nesta terça-feira, dia 28, as equipes da Farmácia Popular vão orientar os profissionais do ESF Dom Bosco, a partir das 09 horas, e do Ênio Cunha às 14h. O calendário programado é o seguinte: dia 29 ESF Humberto Pereira e Beira Rio; dia 30 ESF Breno de Medeiros I e Breno de Medeiros II.

Em novembro, a programação terá início na segunda-feira, dia 03, com as orientações sendo realizadas nas unidades de ESF Nova Corumbá e Kadwéus; no dia 04 a divulgação será nos postos da ESF Mato Grande e Taquaral; dia 05 o trabalho acontecerá no Luis Fragelli e Aeroporto. As unidades I e II do Gastão de Oliveira receberão a visita na quinta-feira, dia 06; no dia 07 as orientações serão passadas para os funcionários das Estratégias de Saúde da Família Fernando Moutinho I e II. As orientações terminam com ações nos unidades da Popular Velha e São Bartolomeu, em 10 de novembro.

Unidade de Corumbá

Inaugurada pelo prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) no final de março, a Farmácia Popular do Brasil está aberta para toda a população oferecendo medicamentos com preços até 90% mais baratos, em comparação aos cobrados pela rede particular. Além do baixo custo, o serviço acaba com o hábito nada saudável da auto-medicação, que pode causar intoxicações ou mascarar sintomas de doenças graves.

Qualquer pessoa pode procurar a Farmácia Popular do Brasil para comprar remédios. A única obrigatoriedade é apresentar a receita médica ou odontológica. Não precisa nenhum tipo de cadastro, não tem burocracia. A receita pode ser de médico particular ou do Sistema Único de Saúde (SUS).

O procedimento para compra é bastante simples: o cliente tira uma senha na máquina – que fica logo na entrada – e aguarda ser chamado aos guichês de atendimento. Ao ser atendido, ele apresenta a receita e os funcionários do setor de pré-venda verificam a disponibilidade do produto. Confirmada a presença do medicamento, a compra é enviada para pagamento no caixa, com o remédio sendo entregue logo na seqüência.

A Farmácia Popular mantém 104 itens de medicamentos em estoque e oferece remédios para tratamentos de hipertensão; diabetes e pressão arterial, por exemplo. Também são vendidos medicamentos de venda controlada, popularmente chamados de “tarja preta”. São oferecidos medicamentos de uso contínuo; antiinflamatórios; analgésicos e antibióticos.

A medicação tem custo menor porque a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), órgão do Ministério da Saúde e executora do programa, adquire os medicamentos de laboratórios farmacêuticos públicos ou do setor privado e disponibiliza nas Farmácias Populares. Todo o dinheiro obtido com as vendas é repassado diretamente para a Fiocruz.

O programa

A Farmácia Popular do Brasil é um programa do Governo Federal que busca ampliar o acesso da população aos medicamentos considerados essenciais. O programa nasceu para garantir que quem compra medicamento o compre melhor, sem interrupção no tratamento por falta de dinheiro. A iniciativa contribui para reduzir o impacto no orçamento familiar causado pela compra de remédios e, também, busca diminuir os gastos do SUS com as internações que são provocadas pelo abandono do tratamento.

Em Corumbá a Farmácia Popular do Brasil foi instalada em parceria com o Governo Federal. A sede fica na rua 13 de Junho, 1288, entre as ruas 15 de Novembro e 7 de Setembro. O funcionamento de segunda a sexta-feira vai das 08h às 18 horas. Aos sábados o atendimento ao público vai das 08h às 12 horas. A unidade conta com nove funcionários, sendo duas farmacêuticas.