Polícia Federal e Marinha terão atuação conjunta em Corumbá

 Prefeitura de Corumbá

  

 Convênio foi assinado durante solenidade em frente à sede da Polícia Federal

A Polícia Federal de Corumbá e a Marinha do Brasil, assinaram um termo de cooperação mútua na manhã desta sexta-feira, 1º de agosto. O acordo estabelece formas de apoio logístico; operacional; de instrução e inteligência para a repressão de crimes – com repercussão nacional e internacional – praticados em rios e áreas portuárias da região.

Assinaram o convênio o superintendente da PF em Mato Grosso do Sul, Luiz Adalberto Philipsen; o delegado chefe da Polícia Federal corumbaense, Guilherme de Castro Almeida; e o comandante do 6º Distrito Naval, contra-almirante César Sidônio Dahia Moreira. O prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha de Oliveira, acompanhou a solenidade realizada em frente à sede da Delegacia da Polícia Federal na praça da República.

De acordo com o delegado-chefe da PF corumbaense a operacionalização do acordo é automática e o convênio tem validade inicial de dois anos, com possibilidade de seguidas renovações. “Vai ajudar muito, nas áreas de logística; inteligência; cursos e perícias das duas instituições”, afirmou o delegado Guilherme.

O termo de cooperação mútua, na análise do superintendente, cumpre um dos objetivos da própria Polícia Federal, que é o de interação entre órgãos governamentais visando a realização de ações que atendam às necessidades da sociedade brasileira. “É uma clara demonstração que estamos interagindo. A população está ávida por melhores serviços e temos de fazer com que haja interação entre todos os órgãos. Só assim alcançaremos resultados melhores”, argumentou Philipsen.

Para o contra-almirante César Sidônio, o convênio assinado nesta sexta-feira respalda a interação entre as instituições e terá como resultado “maior segurança” para a sociedade. O chefe do Executivo Municipal destacou que o termo de cooperação se configura num “instrumento eficaz para o combate ao crime” beneficiando diretamente a população. O prefeito afirmou ainda que o Município está “à disposição” para contribuir com as tarefas que visem a garantir a segurança da comunidade.