Ruiter visita Centro de Convenções e lança obras do anexo

 Foto: Marcos Boaventura

  
Com modernas instalações, Centro vai alavancar turismo de eventos

Durante visita técnica ao Centro de Convenções, que ocupa uma área de 3.200 metros quadrados do antigo armazém da Portobras, no caís do Porto-Geral, ontem, o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira assinou ordem de serviço determinando o início da obra do anexo. O projeto compreende um auditório com 670 lugares e será concluído em um ano.

O novo espaço, além de valorizar a orla portuária e integrar-se a um circuito de contemplação, entretenimento e conhecimento, é um equipamento fundamental para potencializar a vocação de Corumbá para o turismo de negócios, afirmou o prefeito. Ele anunciou para outubro a inauguração da primeira etapa.

“Esse projeto é uma aposta do nosso governo ao turismo, que tem a pesca consolidada e começa a diversificar-se, incrementando à nossa economia”, disse Ruiter, que visitou as obras já concluídas do centro ao lado da primeira-dama Beatriz Cavassa de Oliveira, secretária especial de Integração de Políticas Sociais; secretários e convidados.

Ruiter enfatizou que o Centro de Convenções vai aumentar o fluxo turístico para a região, especialmente de negócios e culturais, inserindo Corumbá no circuito das cidades que sediam seminários, congressos e outros eventos nacionais e regionais. Com isso, agrega valor ao segmento, aquece o comércio e gera emprego e renda.

Para que esses objetivos sejam alcançados, segundo o prefeito, é preciso também que o empresariado do setor desperte para esse novo momento do turismo e invista no seu empreendimento. “Quem não tiver a percepção do que esse espaço representa para a cidade terá a concorrência de empresários de fora”, observou.

Valor histórico

Para o Chefe do Executivo, a obra dá sustentabilidade a atividade turística e revitaliza a orla da cidade, que volta a ter importância no seu contexto econômico, histórico e cultural. “Aqui, onde a cidade nasceu, já funcionou um dos maiores portos da América do Sul. Esse valor histórico está sendo resgatado”, acrescentou.

 
Novo bloco terá auditório para 750 pessoas

Ruiter assinou a ordem de serviço do anexo na porta central do Centro de Convenções e adiantou que já estão previamente agendados três grandes congressos no local, a partir de novembro deste ano. A arrojada estrutura arquitetônica que compõe o antigo armazém depende apenas do mobiliário para ser inaugurado.

O caís construído na década de 60 foi remodelado para abrigar dois auditórios (com 75 lugares cada), cinco salas de reuniões, cafeteria, choperia e restaurante, além de um amplo saguão com janelas de vidro, de onde se contempla o Rio Paraguai. A parte externa foi urbanizada e conta com um estacionamento para 240 veículos.

Apoio da bancada

O investimento da obra será de R$ 8 milhões – desse total, 50% são recursos do município e 50% captados junto ao Ministério do Turismo pela bancada federal de Mato Grosso do Sul, através de articulação do senador corumbaense Delcídio do Amaral (PT). Somente o anexo, com 2.600 metros quadrados, terá um custo de R$ 5,5 milhões.

Na primeira fase da obra vão trabalhar 30 operários. O número de empregos chegará a 100. Além do auditório central, o anexo terá um palco de 152 metros quadrados, com sistema de acústica e tradução simultânea; mirantes, monumentos em homenagem aos imigrantes e aos pescadores e um estacionamento para 160 veículos.

Acompanharam o prefeito na visita ao novo equipamento os vereadores Dirceu Miguéis, Antônio Galã, Cristina Lanza, Maria Maria de Alencar Miranda, Marcos de Souza Martins e Evander Vendramini. Também presente o assessor parlamentar Pérsio Andrade Filho, representando o senador Delcídio do Amaral.

  
Centro de Convenções proporciona belas imagens pantaneiras, como o pôr-do-sol