Município quer definir nova área da ZPE em 90 dias

O secretário de Desenvolvimento Industrial e Econômico, Fermiano Yarzon, apresentou um cronograma de ações para acelerar a implantação da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Corumbá, durante a reunião técnica de ontem, prevendo para 90 dias a definição de uma nova área para instalação das indústrias.

Ele disse que um passo importante já foi dado, que é a criação da empresa administradora do distrito industrial, a Azpeco, iniciativa do ex-deputado federal Elísio Curvo ainda nos anos 90. A empresa é de caráter privado e necessita compor seu grupo de acionistas.

A implantação definitiva da ZPE deve ocorrer até o final de 2009, depois de cumpridas todas as etapas, ou sejam: escolha e aprovação da nova área, que terá no mínimo 500 hectares, no distrito de Maria Coelho; obras físicas, alfandegamento e definição das empresas que se instalarão, após aprovação do conselho das ZPEs.

Yarzon considerou de fundamental importância estimular a massa crítica da administração municipal com a reunião de ontem, quando o presidente da Associação Brasileira das Zonas de Processamernto de Exportação (AbraZpe), Helson Cavalcante Braga, fez uma explanação da retomada do projeto após alterações tributárias, cambiais e administrativas na legislação destes distritos industriais.

“Por orientação do prefeito Ruiter Cunha toda a equipe de governo deve se envolver no sentido de viabilizarmos o mais rápido possível a nossa ZPE, que já tem uma grande vantagem em relação às demais pela posição estratégica de Corumbá, sem potencial de matéria-prima e a logística, que está 100% pronta”, disse o secretário.

Participaram da reunião técnica, realizada no auditório da Educação (Paço Municipal), o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira, secretários, técnicos das diferentes áreas da administração e também representantes da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Agrário, de Produção e Turismo (Seprodutor).