Gestores discutem avanços das políticas públicas para juventude

O fortalecimento das políticas públicas voltadas para a juventude; resultado das conferências nacional, estadual e municipal, e a violência no Brasil, foram assuntos abordados no último sábado, durante a reunião ordinária do Fórum de Gestores da Juventude de Mato Grosso do Sul, que aconteceu em Campo Grande.

O Fórum foi criado por representantes do Governo do Estado e de cinco prefeituras (Corumbá, Campo Grande, Coronel Sapucaia, Três Lagoas e Dourados). Tem como secretário executivo o gerente de Ações para a Juventude da Prefeitura de Corumbá, Márcio Cavasana. Ele explicou que esta foi a primeira reunião após a criação e eleição dos gestores.

“Foi importante, uma oportunidade para analisarmos tudo que foi discutido e aprovado durante as conferências municipais, iniciadas em novembro do ano passado, até a nacional, em abril, em Brasília, as ações desenvolvidas pelos municípios para atender as demandas apresentadas nas conferências, juntamente com o governo, os programas que estão sendo aplicados. Além disso, pudemos discutir outros assuntos, tudo voltado para o fortalecimento das políticas públicas para a juventude”, disse Cavasana.

A questão violência também foi abordada. Cavanasa lembrou que pesquisa recente mostra Coronel Sapucaia como o município mais violento do Brasil. Segundo ele, é um ponto extremamente importante e que precisa de ações urgentes para o combate a este problema. Lembra o grande problema das fronteiras livres e que é preciso tratar o assunto direto com os paises vizinhos como Paraguai e Bolívia.

“Corumbá já está trabalhando neste sentido. O prefeito Ruiter, que sempre demonstrou preocupação com a questão relacionada à violência, iniciou um processo para reverter o quadro, num trabalho conjunto com as autoridades bolivianas, para que possamos reverter a situação”, explicou.