Concurso de andores retrata a tradição do Banho de São João

Única manifestação popular que leva a imagem do santo ao rio (Paraguai) para o banho ou batismo, o São João Pantaneiro começou em grande estilo em Corumbá, ontem à noite, no Porto-Geral. Queima de fogos, concurso de andores e shows com a dupla Marcos e Misael e o dançante Grupo Rastapé, atração nacional, marcaram o primeiro dia da festa, que segue até dia 24.

Pela terceira vez consecutiva, o festeiro Alfredo Ortiz Ferraz, que há dez anos assumiu a festa da família, que mora no bairro Popular Velha, foi o vencedor do concurso de andores promovido pela Prefeitura de Corumbá. Ele obteve 139 pontos da comissão julgadora, uma a mais do que a festeira Rita da Matta Monteiro, que realiza a festa há 50 anos.

O vencedor do concurso, como nos anos anteriores, não apenas cuidou dos enfeites, mas de toda uma produção. Levou um grupo de adultos e crianças vestido a caráter, bandeiras do santo e ainda o mastro, que fazem parte da cerimônia de louvor a São João. Alfredo Ferraz é um dos festeiros mais jovens: tem 27 anos. Sua família é devota de São João desde 1943.

“A criatividade dos andores sintetiza toda a religiosidade e a crença que reveste a festa, o que dá sentido e fortalece a nossa proposta de tombamento imaterial dessa tradição”, exaltou o secretário municipal de Turismo e Relações Institucionais, Carlos Porto, ao representar o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira na abertura do evento.

Bom público

Porto também destacou a presença de um grande público ontem à noite no Porto-Geral, apesar da mudança repentina da temperatura. Segundo a Polícia Militar, dez mil pessoas passaram pelo local. A queima de fogos, às 20h20, durou dez minutos e abriu a festa, que contou também com a presença de um grande número de turistas.


O concurso de andores contou com a inscrição de 23 festeiros, mas 19 concorreram. Além do desfile do andor, o festeiro tinha a oportunidade de explicar como e por que nasceu a devoção e a preparação da festa. Os festeiros foram unânimes em agradecer o apoio do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira.


A comissão julgada foi formada pela jornalista Livia Gaertner; o escritor Augusto César Proença; Ivone Torres, líder comunitária; José Martinez, presidente da Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá (Liesco); e o professor universitário Carlos Espíndola.

“Todos são vencedores em um concurso que visa manter uma tradição e valorizar o trabalho e a dedicação dos festeiros”, disse a secretaria-executiva de Educação, Lígia Baruki, atualmente respondendo também pela Fundação de Cultura do Pantanal. Ela agradeceu a participação efetiva dos festeiros.

Premiação


Carlos Porto e Lígia Baruki entregaram os prêmios aos vencedores do concurso, que teve como quesitos a criatividade, adereço e histórico. O primeiro colocado, Alfredo Ortiz Ferraz, recebeu R$ 500,00; o segundo colocado, Rita da Matta Monteiro, R$ 300,00; e terceiro lugar, Epitânia Silva Bastos, R$ 200.

Em seguida, houve apresentação de quadrilhas das escolas Pedro Paulo de Medeiros (municipal) e Júlia Gonçalves Passarinho (estadual). A primeira noite do Arraial terminou na madrugada de hoje, com os shows de Marcos e Misael e do Grupo Rastapé.