Campanha quer reduzir riscos de acidente em passagens de nível

A Prefeitura de Corumbá, através da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetrat), participa, nos dias 30 de junho e 1º de julho, de uma blitz educativa visando a redução do risco de acidentes envolvendo veículos e trens em cinco passagens de nível da cidade. Desenvolvida pela América Latina Logística (ALL), as ações serão realizadas nas ruas Albuquerque; Oriental; Major Gama; 21 de Setembro e Edu Rocha. Também estão envolvidas na campanha a Guarda Municipal e a Polícia Militar.

Realizadas pelo segundo ano consecutivo nos principais municípios cortados pela linha férrea no Mato Grosso do Sul – Campo Grande, Três Lagoas e Corumbá -, as campanhas já demonstram resultado na redução do número de abalroamentos. Em 2006 foram registrados sete acidentes entre veículos automotivos e trens em Mato Grosso do Sul. Em 2007 apenas um caso foi registrado. Já em 2008 (período de janeiro a maio), nenhum acidente grave aconteceu nas linhas férreas administradas pela América Latina Logística (ALL) no Estado.

“Nosso principal objetivo é alertar os motoristas sobre a importância de parar, olhar e escutar sempre antes de cruzar uma passagem de nível”, revelou a coordenadora de gestão da ALL, Luciana Macedo Silva, responsável pela campanha em Mato Grosso do Sul. Durante a blitz, serão distribuídos materiais informativos e kits com jogos educativos para crianças alertando motoristas e pedestres sobre os cuidados com a linha férrea. “Fazemos este trabalho no inverno porque é o período do ano mais propício para acidentes, já que com o frio o motorista tende e fechar o vidro do carro e, com o som ligado, ele não escuta o barulho do trem”, explicou.

As campanhas de conscientização em passagens de nível acontecem há sete anos e já atingiram mais de um milhão de pessoas. Neste ano, serão mais de 70 cidades beneficiadas em seis Estados onde a ALL atua: Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Aqui no Estado a iniciativa aconteceu na semana passada em Campo Grande e Três Lagoas.

De acordo com a diretora-presidente da Agetrat, Silvana Ortiz, a iniciativa visa orientar a população sobre os riscos existentes nas passagens de nível e alertar para que se tenha atenção nestes cruzamentos porque os trens passam normalmente nesses trechos.  Silvana informou ainda que a Agetrat solicitou a implantação, por parte da ALL de sinalização nas passagens de nível – que já foi implantada – e de cancelas e semáforos pela empresa. Agentes de trânsito e funcionários do órgão participarão dos dois dias de campanha.

Na segunda-feira, 30 de junho, as equipes estarão a partir das 08h no km 1.297,99 na rua Albuquerque e, às 14h no km 1.298,65, na rua Oriental. Na terça, 1º de julho, as ações serão às 08h no km 1.300,132, na rua Major Gama e no km 1.300,658, na rua 21 de Setembro. Na parte da tarde, às 14h, os trabalhos serão desenvolvidos no km 1.300,715, na rua Edu Rocha.

Lei de Trânsito

De acordo com o Código Nacional de Trânsito, a linha férrea é sempre preferencial e transpô-la sem parar é infração gravíssima, sujeita a perda de sete pontos na carteira. A multa para esta infração é de 175,84 UFIRs (R$ 186,39). Isso porque que o trem, ao contrário dos demais veículos, precisa de mais de 500 metros para parar totalmente, mesmo após o maquinista acionar os freios. (Com informações da ALL)