Blitz educativa quer reduzir acidentes em passagens de nível

 Prefeitura de Corumbá

  

 Orientações terminam nesta terça-feira

A Prefeitura de Corumbá, através da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetrat), participa de uma ação educativa visando a redução do risco de acidentes envolvendo veículos e trens em cinco passagens de nível da cidade. A campanha, desenvolvida pela América Latina Logística (ALL), vai até amanhã, 1º de julho. Estão programadas ações nas ruas Oriental; Major Gama; 21 de Setembro e Edu Rocha. Na manhã de hoje, 30 de junho, a blitz aconteceu na rua Albuquerque.

A Agetrat deslocou efetivo de quatro agentes de trânsito para apoio à blitz educativa, além de equipamentos para sinalização das vias. Durante a blitz, são distribuídos materiais informativos e kits com jogos educativos para crianças alertando motoristas e pedestres sobre os cuidados com a linha férrea. Também estão envolvidas na campanha a Guarda Municipal e a Polícia Militar.

De acordo com a diretora-presidente da Agetrat, Silvana Ortiz, a iniciativa visa orientar a população sobre os riscos existentes nas passagens de nível e alertar para que se tenha atenção nestes cruzamentos porque os trens passam normalmente nesses trechos.  Silvana informou também que a Agetrat solicitou a implantação, por parte da ALL de sinalização nas passagens de nível – que já foi implantada – e de cancelas e semáforos pela empresa.

A coordenadora de gestão da ALL, Luciana Macedo Silva, responsável pela campanha em Mato Grosso do Sul, disse que o trabalho – realizado pelo segundo ano consecutivo nos principais municípios cortados pela linha férrea no Mato Grosso do Sul (Campo Grande, Três Lagoas e Corumbá) já surte efeitos. Em 2006 foram registrados sete acidentes entre veículos automotivos e trens em Mato Grosso do Sul. Em 2007 apenas um caso foi registrado. No período de janeiro a maio de 2008 não houve registro de acidente grave no Estado.

“O objetivo é conscientizar sobre o respeito à sinalização nas passagens de nível e de que a preferência é da linha férrea”, disse Luciana. Nos folhetos distribuídos durante a blitz uma das orientações diz que “antes de cruzar a linha férrea, sempre pare, olhe e escute. Só depois de ter certeza que não vem nenhum trem, siga em frente”. Outra dica de segurança informa que o condutor de veículo “ao ouvir o apito do trem, fique atento, pois este é o sinal de que ele está se aproximando”.

Na tarde de hoje, dia 30, as equipes estarão a partir das 14h na passagem de nível da rua Oriental (km 1.298,65). Na terça, 1º de julho, as ações serão às 08h na rua Major Gama (km 1.300,132) e na rua 21 de Setembro (km 1.300,658). Na parte da tarde, às 14h, os trabalhos serão na rua Edu Rocha (km 1.300,715).

Lei de Trânsito

De acordo com o Código Nacional de Trânsito, a linha férrea é sempre preferencial e transpô-la sem parar é infração gravíssima, sujeita a perda de sete pontos na carteira. A multa para esta infração é de 175,84 UFIRs (R$ 186,39). Isso porque que o trem, ao contrário dos demais veículos, precisa de mais de 500 metros para parar totalmente, mesmo após o maquinista acionar os freios. (Com informações da assessoria de Imprensa da ALL)