Notícias Notícias

 

Pesquisa traz dados importantes sobre carnaval e turismo de Corumbá

20 de Março de 2013 - 02h39

Carnaval Cultural e estrutura montada pela Prefeitura são aprovados em pesquisa (Arquivo) Carnaval Cultural e estrutura montada pela Prefeitura são aprovados em pesquisa (Arquivo)

Um mapeamento inédito realizado pela administração municipal trouxe informações valiosas sobre o Carnaval Cultural e o turismo de Corumbá. A pesquisa envolveu cerca de 50 pessoas da Fundação de Turismo do Pantanal, da Fundação de Cultura e da Secretaria de Indústria e Comércio. De prancheta nas mãos, eles se dividiram em diversos locais durante os seis dias de carnaval e entrevistaram turistas, moradores, carnavalescos, comerciantes e ambulantes. A missão: conhecer o turista, seus hábitos, preferências, perfil de consumo e o impacto econômico do carnaval no comércio formal e informal de Corumbá.

 

Somente a Fundação de Turismo, entre funcionários e pesquisadores, mobilizou 36 pessoas que, ao longo do período carnavalesco, se revezaram em período integral para realizar mil entrevistas, 500 com turistas e 500 com moradores de Corumbá. “À medida que você conhece esse turista, consegue adequar de maneira mais efetiva produtos e serviços para melhor atendê-lo, passa a trabalhar vários públicos-alvo e esses números balizarão ações e estratégias que iremos desenvolver nesse sentido”, explicou Hélènemarie Fernandes, diretora-presidente da Fundação de Turismo do Pantanal e uma das idealizadoras do projeto.

 

Perfil do turista

 

Antes de mais nada, a pesquisa buscou apurar quem é o turista que vem a Corumbá. E a constatação é a de que, pelo menos durante o período de carnaval, quase a totalidade é brasileira e vem do Mato Grosso do Sul (85%), principalmente de Campo Grande. Aproximadamente 10% são da região Sudeste.

 

Os jovens adultos, de 26 a 35 anos, formam o maior contingente (28%), seguidos de perto pelos turistas de 36 a 45 anos (26%). Quase metade (47%) é de casados, enquanto 35% são solteiros. O turista que vem a Corumbá é instruído, pois um número expressivo (58%) tem formação superior e 32% concluiu ensino médio. Cerca de 40% têm renda média mensal de R$ 2 mil a R$ 5 mil, enquanto 20% ganham acima de R$ 5 mil por mês.

 

Perfil turístico

 

Corumbá recebeu 8.167 turistas durante o carnaval. Destes, 5.792 (71%) vieram à Cidade Branca em automóveis e 2.375 (29%) em ônibus. Esse número é resultado de uma intensa contagem realizada pela Fundação de Turismo no posto Lampião Aceso, na BR-262, principal via de acesso à Corumbá, com o apoio da Polícia Militar. Do total de turistas, 84% alegam ter vindo especialmente para o Carnaval Cultural; 1.224 (ou 15%) visitaram Corumbá pela primeira vez; enquanto 2.856 (35%) vêm a Corumbá em média duas a três vezes por ano.

 

O turista que vem a Corumbá gosta de viajar em família e curtir bastante a cidade. O levantamento feito pela Fundação de Turismo apurou que a maioria (74%) dos visitantes veio com os familiares (filhos e/ou cônjuge) e 63% ficou em média quatro dias na Cidade Branca, gastando em torno de R$ 340 por dia. Os residentes gastaram bem menos diariamente, cerca de R$ 92.

 

Mais da metade (52%) dos turistas afirmam que realizaram ao menos um passeio em Corumbá. Desses, 38% também foram à Bolívia. A maioria (52%) utilizou a rede hoteleira da cidade, mas um número expressivo (48%) se hospedou em casas de parentes e amigos, geralmente com 3 acompanhantes. O gasto aproximado daqueles que ficaram em média quatro dias nas residências é menos da metade (R$ 237) em relação aos que se hospedaram em hotel (R$ 577,25).

 

Turista folião

 

“O turista que vem a Corumbá no carnaval quer ser parte da festa”. A conclusão de Hélènemarie é baseada nos números da pesquisa, que apontaram que daqueles 8167 turistas, 73% participaram de desfiles de escolas de samba, 75% em blocos oficiais e 85% em blocos independentes.

 

Aliás, 86% deles declararam ter vindo para o carnaval, sendo mais da metade (57%) para participar como folião ou espectador. Quase todos (83%) assistiram os desfiles de rua.

 

E, a julgar pelos números, os turistas gostaram do que viram. Praticamente todos (97%) fizeram uma avaliação positiva do desfile das escolas de samba e dos blocos oficiais (41% ótimo; 33% boa; e 23% muito boa). Já os blocos independentes atingiram 88% de satisfação (40% bom; 33% ótimo; e 15% muito bom); enquanto o Desfile Cultural teve 82% (37% bom; 25% ótimo; e 20% muito bom). Os shows populares foram aprovados por 86% das pessoas (39% bom; 32% ótimo; e 15% muito bom).

 

Serviços

 

Mas carnaval não se resume a desfiles. Há toda uma gama de serviços prestados aos foliões na cidade e a pesquisa esteve atenta também a isso. Mais da metade das pessoas (55%) avaliaram como boa a oferta da praça de alimentação, enquanto 52% classificaram como boa a qualidade das refeições, lanches, bebidas, doces e aperitivos. Para 46% o preço estava bom, para 32% estava regular e para 10%, um pouco caro.

 

A arquibancada também foi aprovada: 81% dos usuários gostaram (60% boa; 20% muito boa; e 1% ótimo). A limpeza das ruas e do espaço público também passou pelo crivo dos espectadores e foliões, ao menos para 64% deles (56% muito boa; 25% regular; 8% ótimo). A segurança foi classificada como boa para 55% das pessoas. A sonorização atingiu 73% de aprovação (59% boa; e 14% muito boa); e a iluminação, 63% (61% boa; 2% muito boa).

 

Sobre as condições da estrada, 60% avaliaram como bom o acesso pela BR 262 e 13% como muito bom. A vida noturna agradou 89% das pessoas (41% boa; 26% muito boa; 22% ótimo). No geral, um contingente considerável, 69%, tiveram atendidas ou superadas suas expectativas.

 

Impressão positiva

 

Diante de tamanha aprovação, não foi surpresa constatar que 92% dos turistas tiveram uma impressão positiva sobre Corumbá (35% boa; 31% muito boa; 26% ótima). Muito menos que 94% deles pretendem voltar e que 97% indicariam a Cidade Branca a amigos e parentes. Ao serem perguntados por que voltariam, 43% deles citaram o carnaval como motivo principal, enquanto 31% viriam para visitar os amigos.


Voltar Imprimir Enviar Por Email

Notícias Outras Notícias

 

Campanhas Campanhas

 
http://do.corumba.ms.gov.br/corumba
Ouvidoria Geral
Ouvidoria da Saúde